Buscar
  • Yuri Araujo

O amor é o antídoto da violência

Atualizado: 15 de out.

Existe uma sentença da sabedoria milenar

que diz que você atrai aquilo que mais teme,

e tem uma lógica essa prudente máxima,

pois tudo está relacionado com o seu leme.


Se você teme alguma coisa, e age pelo medo,

acaba sendo agressivo, e atuará contra o receado.

Esse esforço provocará a ira do que quer que seja

e será inevitável enfrentar o assaz acirrado.


Nossa Senhora alertou no ano de trinta e seis

que “aproximavam-se tempos sérios” no Brasil,

e que o povo precisava “rezar e fazer penitência”.

Ouviram o alerta, mas o conselho, quem ouviu?


Penitência é renunciar aos privilégios,

fazer sacrifícios em prol dos que precisam mais

e rezar é clamar com humildade a Deus,

pedindo por justiça e amor, e resultante paz.


Porém, o que mais se faz é acirrar os ânimos,

pelo medo, pelo ódio, tentando reprimir as massas,

pois, se as amasse, e cuidasse, e, assim, educasse,

não teria o que temer, não haveria revolta de classe.


Então, é preciso entender que o mal atrai o mal,

e as injustiças é que alimentam a violência.

Os extremos se nutrem do ódio (ambos os lados),

e este foi alimentado pelo medo sem inteligência.


Vejo na política atual o quanto desenterram o mal.

Por ambição, por desejar o dinheiro e o poder,

muitos usam o medo para subir uns vis degraus,

agindo contra a paz, levando o Brasil a perder.


Mas nós devemos confiar e clamar ao Senhor

que as injustiças não prevaleçam, nem o medo,

mas que, antes seja o nosso povo leve, livre e ledo,

vivendo em harmonia com justiça e muito amor.


#amor #amorpolitico #poesia #poema #ObrigadoSenhor



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo