Buscar
  • Yuri Araujo

Liberdade para escolhas

Atualizado: 21 de jul. de 2021

Tenho ouvido que somos de direita ou de esquerda e quem diz que não é uma coisa ou outra "é porque é de direita", dizem os da esquerda, ou que "é da esquerda", dizem os da direita. Ora, tem quem prefira a liberdade e priorizar a justiça, em vez de uma ideologia. O cidadão que se diz de esquerda, geralmente, costuma fechar os olhos para os graves erros da esquerda. O de direita faz o mesmo, quanto aos erros igualmente graves são cometidos pela direita. Mas devemos tomar cuidado com o nosso posicionamento, pois toda ação governamental que resulta em injustiças rouba parte da esperança do povo e suscita um estado de insatisfação e violência. Precisamos não só preservar nossa inocência, mas defender e apoiar ideias justas. Para isso, precisamos de liberdade para escolher com lealdade intelectual, sem amarras ideológicas.


Não querer ser cúmplice dos erros não significa ser a favor do "outro lado", pois o tal lado também não é perfeito, já que é igualmente humano. O hábito de negar a verdade, aliás, é característica de uma visão que prefere ver a realidade a partir de um posicionamento político radical (um lado). E acaba mais partido que inteiro, pois considera a verdade apenas uma questão de versão, e não de fatos. É importante desejar se posicionar com justiça, ou seja, pela verdade. Para isso, manter-se livre é fundamental.


É possível um líder político ser livre e ter fidelidade partidária, desde que fique claro a todos que sua fidelidade maior é a Deus, ou seja, fiel à verdade, acima de tudo. Até um escravo é livre, se fiel ao Senhor. Pois terá a liberdade de só fazer o bem e, assim, semear bons frutos para a vida eterna, infinitamente mais importante que esta fugaz experiência. Deus é amor, Deus é justiça e, portanto, verdade. Jesus disse que é o caminho, a verdade e a vida. O caminho, sabemos que é o da humildade. Pois Ele é manso e humilde de coração. Portanto, para ser fiel a Jesus, é necessário ser verdadeiro e humilde ao mesmo tempo. Essa combinação produz uma postura respeitosa, que promove a vida e procura não fazer intriga, ou seja, não mata ninguém no coração.

📷 Jill Wellington



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo